sábado, novembro 27, 2010

A pintura e o relevo no Egipto Antigo

"Relevos e pinturas dependiam muito dos desenhos preliminares, preparados de acordo com traços de orientação ou, a partir do Império Médio, dentro de grelhas quadriculadas. As grelhas também eram desenhadas sobre obras já existentes, para facilitar a cópia. (...)
A grelha mais antiga baseia-se em 18 quadrados, desde o chão até à linha do cabelo (a parte de cima é de tamanho variável de acordo com o que a figura tem na cabeça). Embora se relacione apenas com figuras escala a escala, cobre, por vezes, toda a superfície que deverá ser preenchida com uma cena; o desenho poderia então ser ampliado mecanicamente a partir de um esboço mais pequeno. Por vezes a grelha é subdividida.
A grelha mais moderna tem 21 quadrados, até um ponto de medição mais baixo, ao nível dos olhos. As diferenças de proporções entre os dois sistemas são infitesimais."

Extraído de: BAINES, John e MÁLEK, Jaromír, Egipto. Deuses, Templos e Faraós, Círculo dos Leitores, 1991, p.61.