domingo, junho 14, 2009

Perante o teu túmulo

Hoje...cinco meses depois da tua partida... deparei-me com a tua sepultura escura e fria.
Está pronta a tua morada...ali...
Ao ajoelhar-me nela, vi-me refletida num caminho escuro sem vida e sem retorno.
O olhar determinado do retrato que ali jaz contigo, mostra bem a mulher forte e determinada que sempre foste. Enraivesse-me a tristeza que paira nele e que nunca vou conseguir apagar.
Será possível?...
És mesmo tu que ali estás?
Queria-me para sempre a teu lado.
Levanto-me , de repente, a pedra fria parecia estar a apoderar-se de mim...
Que tentação....
Porém, a mão quente e amada que tornou fácil o meu erguer, chama-me à vida.
Vida depois de ti....? Não sei. Que importância tem isso.
Mas, por ti, por ele... vou tentar.

Sem comentários: