sábado, dezembro 23, 2006

Podemos ser felizes!


"A diferença, aquilo que marca uma mudança vital na nossa existência, é quando conseguimos passar da reacção à acção, quando nos apercebemos que o sentimos depende, em grande medida, do que pensamos, e não do que nos está a acontecer. Então, assumimos que podemos realmente controlar e «provocar» as nossas emoções, mais além do que imaginávamos. Podemos ser felizes ou infelizes, colocando o nosso «cérebro a nosso favor» ou, pelo contrário, pondo-o «contra nós».
María de Jesús Álava Reyes, in "A inutilidade do sofrimento"

Sem comentários: